terça-feira, 11 de maio de 2010

Mata e esfola

1 Não é exactamente uma surpresa, mas não deixa de ser notícia: o FC Porto recebeu ameaças anónimas contra a comitiva do clube, mas também contra os adeptos que se deslocarem ao Jamor para assistir à final da Taça de Portugal. Depois de tudo o que aconteceu esta temporada, em particular nos confrontos com o Benfica, não é exactamente uma surpresa que a deslocação do FC Porto a Lisboa seja o pretexto para mais actos de violência-barra-vandalismo. Ainda assim, é inevitável que essa perspectiva reacenda as questões em torno da adequação do Jamor para receber jogos com esta dimensão e grau de risco. Questões que continuarão sem resposta.

2 Imagino que Rui Rio tenha ficado chocado com a demonstração de promiscuidade entre política e futebol dada ontem pela Câmara Municipal de Lisboa. De facto, não há nada de mais chocante do que ver um autarca receber a festa de milhares de adeptos de um dos clubes da sua cidade. Enfim.

Jorge Maia n' O Jogo.

1 comentário:

Deus...anteriormente conhecido como... disse...

A promiscuidade entre politica e desporto só conta se for com o FCP, com tudo o resto aliás.