terça-feira, 15 de setembro de 2009

Liga dos Campeões - Porto perde

Chelsea 1 - FCPorto 0.

2 comentários:

Dragaoatento disse...

O meu comentário
Derrotados pela margem mínima a equipa do FC Porto deixa no fundo a sensação que poderia e deveria ter feito mais para pelo menos ter trazido um ponto de Londres.
Quando de posse da bola a equipa do Chelsea provou que a sabe fazer circular na sua defesa (sabe e fê-lo) para depois em lançamentos longos e oportunos tentar abrir a muralha defensiva do FC Porto. E água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Depois do lado dos londrinos houve um jogador com capacidade, serenidade, e, engenho para desequilibrar: Anelka. O francês conseguiu marcar praticamente na única oportunidade que teve. Por outro lado a defesa do Chelsea tentou e conseguiu quase sempre anular os avançados mais perigosos do FC Porto ao marcar em cima e jogar em antecipação, pelo que deste modo secou-os completamente.
Pelo que acima está escrito depreende-se, conclui-se, que a equipa do FC Porto jogou encolhida procurando acima de tudo defender. Dadas as circunstâncias, pode dizer-se que a defesa e o meio campo se exibiram a um nível aceitável, com o senão de não conseguirem jogar em antecipação e marcar em cima os avançados do Chelsea, pelo que o Helton desta vez foi um heroi ao evitar que os Dragões fossem goleados. O único defesa do FC Porto com estofo e capacidade física para consegui-lo foi o Bruno Alves vindo muitas vezes ao meio campo cabecear bolas bombeadas pelos defesas do adversários. Quanto ao ataque, pouco ou nada fez para inverter o rumo dos acontecimentos, para se libertar das amarras colocadas pelos defesas contrários, desmarcando-se, vindo atrás buscar jogo, ou até pressionando os defesas do Chelsea.
Então o Hulk bem vigiado pelos defesas adversários, foi pouco mais que um zero à esquerda. Foi por demais evidente que quando é marcado em cima não sabe desenvencilhar-se dos problemas colocados pelos defesas contrários. Na minha opinião vai ter de progredir muito se quiser um dia chegar à selecção do Brasil.
Mariano Gonzalez tentou ajudar a fechar pelo seu lado e pouco mais fez.
Rodriguez começou bem, a dar a sensação de que iria fazer qualquer coisa, porém cedo se apagou.
Falcão por sua vez emparedado pelos possantes defesas do Chelsea, pareceu-me cansado e sem força física e anímica para fazer mais.
Guarin foi a surpresa! É um jogador possante e com técnica. Pena foi notar-se que não está bem entrosado com a equipa (faltam-lhe rotinas de jogo) e denunciar alguma falta de ritmo.
Varela, pelo pouco que o vi fazer, neste momento, parece-me em melhor forma(mais eficaz) que o Rodriguez.

Abraço

AZUL DRAGÃO disse...

Perdemos contra uma grande equipa !

E , o F.C.PORTO (em muitas fases do jogo)encostou o Chelsea às cordas !



Abraço