sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

"Zé, vamos ser campeões"


Uma noite que misturou a saudade com a tristeza e a alegria. Fez ontem 25 anos que José Maria Pedroto morreu e o FC Porto não quis deixar passar a data em claro. Uma homenagem sentida, partilhada entre 400 convidados que recordaram à mesa histórias vividas com o Mestre, antecedida pela atribuição do seu nome à sala de Imprensa, abrilhantada por um concerto de música clássica e, acima de tudo, marcada por um discurso sentido e inflamado de Pinto da Costa. Afinal de contas, o presidente do FC Porto pegou nas palavras "velhas" de José Maria Pedroto, que incentivavam à luta contra o poder central, para as reclamar como perfeitamente actuais. E nada melhor do que justificar essa actualidade com uma promessa: "Com o seu exemplo, e com muita gente contra nós, queremos dedicar-lhe a vitória neste campeonato. Vamos fazer com que seja campeão", prometeu Pinto da Costa enquanto olhava uma das fotografias de Pedroto.

Ninguém quis faltar à homenagem de Pedroto. A equipa técnica portista (Jesualdo Ferreira, Rui Barros, João Pinto, José Gomes e Wil Coort), mais os capitães da equipa de futebol (Nuno, Bruno Alves, Raul Meireles e Mariano), juntaram-se a nomes como Artur Jorge, Fernando Gomes, Rodolfo Reis, Jaime Magalhães, João Mota, Herman José, Gilberto Madail, Carlos Queiroz, Neca, Vítor Manuel e António Oliveira, entre tantos outros.

Tomaz Andrade n'O Jogo.

2 comentários:

Ricardo de Sousa disse...

Não tenho dúvidas...

Rumo ao Penta, e já está dedicado ao "Zé"!

Abraço
O Tunel Dourado em http://carregaporto.blogspot.com

A. SERER disse...

O Futebol Clube do Porto só não será campeão se for afastado do título fora dos relvados(...) ou se não perceber que continua a ter a melhor equipa a nível nacional e a ser-como é-um dos grandes da Europa.