sábado, 15 de janeiro de 2011

André Villas-Boas - Se querem ópera e 5-0 em todos os jogos partam para outra

André Villas-Boas enviou ontem uma mensagem forte aos adeptos que assobiaram a equipa no último jogo, numa resposta longa e numa conferência que tocou vários assuntos.

Com que FC Porto podemos contar: o que mereceu elogios com o Marítimo ou aquele que foi intermitente contra o Pinhalnovense?

Acho que criámos um patamar exibicional elevado e os adeptos, com maior ou menor legitimidade, querem cobrar. Se a ideia dos adeptos é que os 5-0, os 4-1 ou uma série de resultados mais volumosos aconteçam continuamente, aviso já que não. As equipas estudam-nos, temos de criar novas adaptações, e o calendário é complicado; temos de gerir uma série de coisas. Se estão à espera de ópera, de 5-0 em todos os jogos, é melhor partirem para outra e não se chatearem muito. O que precisamos é de motivação, de quem nos defenda e de quem nos apoie 90 minutos, que goste do espectáculo que está a ver e da nossa série de vitórias. Qual é a competição que o FC Porto perdeu? Qual é o drama em que estamos inseridos? Que tipo de questões é que estão a ser postas? Espera-se o fracasso do FC Porto para dizer 'eu tinha avisado'? Será que estamos muito mal? Meu Deus, estamos quase a perder o primeiro lugar? Meu Deus, não estamos com os processos consolidados? Qual é o drama? Esta equipa foi considerada a melhor de Dezembro pela Federação de Estatística [IFFHS] pelo percurso que teve e bateu os recordes que tinha de bater. É uma equipa que tem ânsia e desejo de sucesso, mas será que não pode encontrar dificuldades? O problema foi a ideia de que, contra o Pinhalnovense, seria uma goleada absoluta. Qual é o problema de chocar com uma equipa motivada? Com 29 remates, com o domínio do jogo e o controlo, o problema é um remate do Pinhalnovense à baliza do FC Porto? Os jogos são isto mesmo: a criação de oportunidades. Uma equipa que reduz ao mínimo as do adversário, que consegue 29 remates, 16 deles à baliza, que tem dois penáltis por marcar, qual é o problema do jogo do Pinhalnovense? Se o adepto do FC Porto se questiona, que pense bem no que está a fazer. O que nós precisamos é de confiança, de apoio e de respeito.

Mas concorda que esta não é a melhor fase do FC Porto?

Não, não posso concordar. Qual foi a melhor para si?

O início...

Então por que é que o FC Porto teve um empate em Guimarães, à quinta jornada e a meio da primeira volta empatou em Alvalade? O resto, Dezembro e Janeiro, tirando a Taça da Liga, foram tudo pontos e melhor equipa de Dezembro para a IFFHS, mais a qualificação, com duas jornadas de antecedência, para os 16-avos-de-final da Liga Europa? Este FC Porto é mau?

Para si, a melhor fase do FC Porto foi em Dezembro?

A única coisa que acho é que a equipa está consolidada em termos de processos, e é isso que me agrada, agora podemos perfeitamente chocar com fortes organizações e ter resultados mais ou menos expressivos. O importante é a regularidade, e acho que o FC Porto é regular em termos de exibições.

Aceita que tem jogadores que não estão bem, como Varela, Fernando, Walter ou Rúben, que não estão a render aquilo que se pensava, ainda que alguns tenham sido afactados por lesões?

Prefiro analisar pelo lado colectivo, percebo a preocupação. Temos minutos em todos os jogadores, todos foram utilizados, todos tiveram oportunidades e todos nos permitiram esta regularidade absoluta de sucesso e regularidade em termos de consolidação de processos.

Com o regresso de Falcao, mais Varela e Hulk, volta a ter o ataque mais produtivo desta equipa. Será um FC Porto mais agressivo?

Não se torna mais ou menos agressivo por se colocar mais um ou menos um atacante. O Barcelona joga sempre em 4x3x3, não mete dois avançados na frente. Está em causa a produtividade atacante do Barcelona?

Mas há-de concordar que com Falcao é outra coisa...

Acho que o FC Porto tem imensas soluções atacantes. Não é por metermos mais um avançado, Falcao, ou mudarmos este ou aquele para esta posição, que se reflecte em maior dinamismo atacante ou em oportunidades. De todo. Não é por meter dois pontas-de-lança, ou por nos faltar um ponta-de-lança puro de funções, que isso vai causar maior volume ofensivo, bem pelo contrário. Em 4x3x3, ou em qualquer outro sistema, é a dinâmica da equipa que cria fluxo ofensivo, ou até uma dinâmica sem ponta-de-lança.

AVALIAÇÃO

"O FC Porto é claramente a melhor equipa da actualidade, luta pela afirmação estatística para ser a melhor de Portugal. (...) Queremos o nosso campeonato de volta e sabemos o que temos de fazer"

BENFICA

"Temos um Benfica diferente dos últimos cinco anos, para melhor, que ameaçou e ameaça o campeonato, um Benfica que cresceu, ficou diferente e coerente, que se reforçou bem, não só em termos de jogadores como de treinador e que causa um desafio diferente ao FC Porto"

REFORÇOS

"[Preocupado com últimos reforços do Benfica?] Não, não os conheço. Não é por qualquer tipo de desrespeito, mas não conheço o Fernández..."

MENSAGEM

"A cultura de exigência está inerente ao próprio FC Porto e ainda bem que assim é, porque é um clube habituado ao sucesso. (...) De vez em quando vamos encontrar dificuldades, [que os adeptos] estejam preparados, apoiem sempre e sintam-se confortáveis com o que estamos a fazer"

NAVAL

"Sem qualquer tipo de crítica ao trabalho que Fernando Mira estava a fazer, se for a equipa que vimos em Guimarães é uma Naval completamente diferente, tanto em termos ofensivos como defensivos, mas também pela motivação que demonstrou"

VANTAGEM

"(...) Tudo pode acontecer. Basta ver o Chelsea. Após cinco ou seis jornadas, já era campeão absoluto e repare-se no Chelsea actual: Ancelotti em dúvida, equipa condenada a nem sequer ir à Champions... tudo parece em dúvida. Isto é a imprevisibilidade do futebol (...)"

IFFHS

"Ficamos satisfeitos com a distinção [da IFFHS, Federação de História e Estatística do Futebol, que apontou o FC Porto como melhor do mundo em Dezembro] porque indica um mês de Dezembro bom para nós. Podia ter sido trágico se Jaílson [do Setúbal] tivesse feito melhor no penálti que foi mandado repetir. Rapidamente se alteraria o rumo das coisas, mas isso não aconteceu"

TAÇA DA LIGA

"Errámos, pecámos e assumimos o erro, mas ainda vamos a tempo de corrigir"

Depois de ter dito que gostaria de treinar na Argentina, Chile e Japão, Villas-Boas voltou ontem a ser desconcertante ao revelar outros planos que tem para a carreira. "Gostaria de experimentar campeonatos diferentes, com pouca expressão mundial, mas que dizem muito em termos de cultura e postura social", disse. "Nos momentos que passei com José Mourinho, gozei das mais variadas experiências, também elas socioculturais, diferentes, óptimas, mas em ambiente de extrema competitividade, onde só um homem com a capacidade de Mourinho é capaz de vencer. Essas, já as vivi, não quer dizer que não as queira viver outra vez, mas sei o impacto que tiveram na minha vida e os desafios", lembrou, avisando que projecta uma "carreira curta", porque aprecia outro tipo de coisas para além do futebol. "São funções de extremo desgaste, eu ainda agora entrei, mas já vivi com um grande treinador e sei o que lhe é exigido. Portanto, ambiciono uma carreira de 15 anos, onde possa conquistar um número importante de títulos e sentir-me orgulhoso do percurso que tive." Villas-Boas confessou que ambicionou a posição que ocupa agora, no seu clube do coração, "de forma louca e cega", mas sempre profissional. "Não viria brincar com o FC Porto..."



António M. Soares n' O Jogo.

2 comentários:

HOOLIGAN disse...

pronto, já meti o meu assobio ao bolso. não gosto de ver o menino amuado.

Dragus Invictus disse...

Boa noite,

Amanhã vamos ter um adversário motivado depois da excelente vitória em Guimarães. Esta Naval andou à deriva neste campeonato, não se coadunando a qualidade do seu plantel com a posição que ocupa na tabela classificativa.
É uma equipa com jogadores bons tecnicamente, capazes de segurar bola e de a circular com qualidade. Godemeche, Alex Hauw, Marinho e Fábio Júnior são jogadores de qualidade. Na defesa têm um central que aprecio, João Real, e contam ainda com os experientes Orestes e Daniel Cruz.
Já vão no 3º. treinador da época, mas Mozer trouxe motivação a esta equipa.
O Porto tem por isso de entrar com mais rapidez na circulação, da que tem tido nos últimos jogos, e tentar resolver a contenda cedo. Vai ser um jogo de paciência, e por isso os adeptos têm de apoiar a equipa.

Estou convicto que se jogarmos ao nosso nível ganharemos, pois somos superiores.

Abraço e bom fim de semana

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/